Publicidade

terça-feira, 29 de dezembro de 2009 Ações | 19:17

Corretora Ágora eleva projeções para Petrobras e Vale

Compartilhe: Twitter

A corretora carioca Ágora melhorou as projeções para Petrobras e Vale do Rio Doce, as duas ações mais importantes da bolsa. Para as duas empresas, a recomendação é compra.

No caso da Petrobras, o preço alvo para dezembro de 2010, segundo a Ágora, é de R$ 45,00, uma alta potencial de 22,7% em relação ao fechamento desta terça-feira.

A principal justificativa é que a produção média de petróleo no Brasil deve crescer 7% em 2010, atingindo 2,11 milhões de barris por dia. Entre 2009 e 2013, a expectativa da Ágora é que a produção cresça 7,2% ao ano. A corretora espera que a geração de caixa (ebitda) da Petrobras cresça 9,95 em 2010, para R$ 64,7 bilhões, e espera um crescimento de 5,5% no lucro líquido, para R$ 28,8 bilhões.

No caso da Vale, a Ágora espera um aumento de 19,2% nos preços em dólar do minério de ferro em 2010 e novas elevações em 2011. O novo preço alvo para Vale ON (VALE3) é de R$ 68,19, com uma alta potencial de 37%. Para Vale PNA (VALE5), o novo preço alvo é de R$ 59,29, com uma alta potencial de 40%

Autor: Tags: , ,

9 comentários | Comentar

  1. 9 marcos machniewicz 02/03/2010 14:56

    Adquiri ações da Petro e Vale, através de fundo de ações ede banco federal no início de 2008. Ainda falta muito para recuperar meu capital. Gostaria de saber se a longo prazo ( 2 ou 3 anos) terei recuperado e ainda com algum lucro. Obrigado
    Marcos

    Responder
  2. 8 Rafael 08/01/2010 21:12

    Boa Noite!
    Claudio tudo bem?
    Começei a trabalhar a pouco tempo e pretendo começar a investir em fundos de investimentos pelo Itau, tenho R$ 8.000,00 para investimento em 2010, sei que deve ser “caixinha” para o Sr. mas começo de carreira é assim mesmo. O Sr. recomendaria R$ 4.000,00 na vale e R$ 4.000,00 na Petrobras como opção conservadora ou estou falando besteira? Meu gerente informa que é vantajoso aplicar e que as taxas de administração são baixas, mas gostaria de uma segunda opnião. Peço desculpas pela consultoria, mas percebi que o Sr. conhece bem este mercado.
    Obrigado e parabens!
    Um abraço,
    Rafael.

    Responder
  3. 7 Quirino 03/01/2010 20:39

    Vejo com bons olhos Petrobras e Vale. Tenho ações de ambas. Perdi em 2008, espero recuperar no médio prazo.

    Responder
  4. 6 julio cezar 30/12/2009 12:44

    eu concordo com o murilo, acho que o sergio exagerou na negatividade, o clima é favoravel sim pra o crescimentoda petrobras, à credeciando, assim, para bons investimentos em 2010

    Responder
  5. 5 jose veiga 30/12/2009 12:22

    Creio que essa projeção para ações da Vale e Petrobrás são muito otimistas, mas creio que essa projeção seja para o longo prazo.

    Responder
  6. 4 Murilo 30/12/2009 11:20

    Que viagem…..Cara, carro elétrico só será realidade comercial daqui a uns 10 ou 15 anos, nas previsões mais otimistas. A projeção citada na matéria para o preço das ações é para apenas 2010. A produção de petróleo vai aumentar de qualquer forma, o consumo também. Lembremos do uso na petroquímica, principalmente a produção de plástico. E esse metrô todo que vai colocar tantos carros na garagem, em quantas dezenas de cidades vai funcionar?

    Responder
  7. 3 Carlos de Campos 30/12/2009 9:21

    Tenho algumas açoes da Vale que comprei como o meu FGTS em 2001, porém não sei se elas são
    Vale ON (VALE3) ou Vale PNA (VALE5).
    Para as ações adquiridas com o FGTS existe um padrão ?

    Responder
    • claudiogradilone 30/12/2009 11:12

      Prezado Carlos, obrigado por seus comentários. No caso das compras com FGTS, o que o governo vendeu foram ações ON (VALE3).
      Att Gradilone

  8. 2 Daniel Reis e Silva 30/12/2009 9:03

    Isso não chega a ser novidade, afinal, é do conhecimento geral o quanto ambas empresas investem para conseguuir seus resultados. Será que o Brasil, agora, começa,de vez, a deixar de ser o paíos do futuro para se tornar o país do presente?

    Responder
  9. 1 Sergio Russo 30/12/2009 8:51

    Não vejo assim não, se haverá aumento de oferta a tendencia é cair os preços. Além disto devido ao aumento grande de chuvas existe abundancia de energia elétrica de forma que há redução do gas natural, portanto sobra. Além disto vem por aí o carro elétrico. Com expansão do metrô , muitos carros passarão a ficar na garagem. Lá fora o consumo irá se contrair, apesar das boas noticias, dá pra perceber que elas vêm maquiadas, vide o comprometimento de 76% do PIB, com a dívida da França , por exemplo. Vale lembrar que nossa divida interna , anda pelas alturas também, portanto é melhor baixar a bola. Claro que a ágora tem que incentivar a compra de ações ela é uma corretora e ganha para isto, e que o RJ é o principal beneficiado com o petróleo , portanto não daria para esperar algo diferente vindo deles não é mesmo.

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios