Publicidade

terça-feira, 21 de setembro de 2010 Consumo, E-Commerce | 05:59

Como transferir dinheiro pela internet

Compartilhe: Twitter

O sistema de pagamentos é uma das duas principais preocupações de quem adquire produtos novos ou usados em sites de leilões ou classificados (a outra diz respeito à confiabilidade do vendedor para a entrega da mercadoria).

Para facilitar o processo e diminuir os temores, os grandes sites do gênero têm empresas próprias para intermediar as transações entre os vendedores. “Dessa maneira, informações como o número do cartão de crédito do comprador ou de documentos permanecem sigilosas”, diz Denis Smetana Lopes, gerente geral de serviços financeiros do grupo Buscapé, que reúne diversos portais do setor de comércio eletrônico.

Quando adquire um item, então, o cliente está pagando ao site, que depois transfere o dinheiro ao vendedor na conta virtual que possui naquela empresa, cobrando, nessa última parte da transação, uma taxa fixa ou uma porcentagem sobre o valor. Antes de escolher o portal no qual anunciar produtos, é importante pesquisar quais são exatamente as tarifas aplicadas –alguns repassam também o custo da transferência dos recursos da conta virtual para a conta bancária do vendedor.

Sites que pedem doações para alguma causa social, ambiental ou política também se utilizam dessa ferramenta.

Além das transferências relacionadas ao varejo on-line, essas companhias financeiras virtuais agora estão apostando em um novo tipo de serviço: a transferência de dinheiro entre dois usuários para outros fins que não comerciais.

“É o caso, por exemplo, quando alguém precisa enviar alguma soma para uma pessoa em outra cidade e não sabe os dados da sua conta ou CPF para lançar mão dos serviços de uma instituição bancária tradicional”, explica Marcelo Coelho, diretor do MercadoPago no Brasil, uma empresa do grupo MercadoLivre, também de portais de comércio virtual.

Aí, basta saber o endereço de email do destinatário para mandar qualquer volume.

Os dois clientes precisam ser devidamente cadastrados naquela empresa financeira da internet, e têm uma conta virtual na instituição. O remetente transfere o dinheiro da sua conta bancária (ou usa o cartão de crédito ou um boleto) para a virtual, a partir da qual os recursos são mandados para o destinatário, que pode solicitar um crédito na sua conta bancária normal ou utilizar o saldo para fazer compras nos sites parceiros.

“Esse sistema é bastante comum em outros países, e acreditamos que vai crescer bastante no Brasil nos próximos anos”, afirma Coelho.

SAIBA MAIS:
Internet é boa opção para vender o que está sobrando em casa

LEIA MAIS:

Feirão em São Paulo oferecerá 200 mil imóveis
Clientes do programa de fidelidade da TAM poderão resgatar pontos nas maquininhas da Redecard

Autor: Tags: , , , ,

4 comentários | Comentar

  1. 4 Paulo Roberto 22/09/2010 20:57

    Melhor sistema da atualidade é o PAGAMENTO DIGITAL..sem comentarios…nao vale nem apena conhecer o mercado pago..pessimo…

    Responder
  2. 3 Paulo Roberto 22/09/2010 20:56

    O Melhor sistemas que tem hoje na internet e dificilmente – pelo menos – nos proximos 50 anos – irá superar o sistema PAGAMENTO DIGITAL do grupo BUSCAPE. Alem de pratico e e rapido e seguro, o sistema é limpo e claro ao vendedor e ao Comprador – O Mercado Pago alem de nao cumprir os seus prazos o sistema é totalmente Bagunçado, sem estetica e sem estrutura. Sabe qual o problema? OS FUNCIONARIOS QUE PARTICIPARAM DA CRIAÇÃO SAO FORMADOS EM GRANDES FACULDADES. – RECOMENDO PAGAMENTO DIGITAL – melhor plataforma de pagamentos na internet hoje…e nos proximos 50 anos…

    Responder
  3. 2 Edna Aires 21/09/2010 8:20

    Achei o sistema mais complicado. Se não sei o CPF ou Conta corrente do destinatário, teoricamente não saberei o endereço de e-mail cadastrado. E depois a pessoa precisa indicar como quer receber o valor (?). É muito mais simples fazer via banco. A menos que o valor da transferência se destine a compras na Internet, como uma espécie de “Vale Presente”, para outros tipos de resgate não me parece nada prático.

    Responder
  4. 1 silente 21/09/2010 8:11

    Não entendi. Publicam o nome do serviço brasileiro – “MercadoPago” – mas não o do estrangeiro. É o Paypal, do eBay. Eu acho ótimo! Seguro e muuuito mais barato que transferência bancária ou remessa postal. Embora hajam muitas reclamações contra ele, até com sites dedicados a isso.

    Responder
  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios