Publicidade

Arquivo da Categoria Capacitação profissional

terça-feira, 26 de outubro de 2010 Capacitação profissional, Emprego, Família, Férias, Renda extra, Trabalho | 05:59

Cinco comportamentos a adotar e um a evitar para que o trabalho temporário de final de ano vire efetivo

Compartilhe: Twitter

Cerca de 139 mil postos de trabalho temporário devem ser abertos no país neste final de ano em todos os setores da economia. Trata-se de uma grande oportunidade se a vaga for efetivamente vista dessa forma –como uma chance de mostrar serviço para obter uma colocação permanente.

São cinco as melhores atitudes que o funcionário recém-chegado precisa tomar a fim de garantir uma posterior contratação:

1 – Desde o primeiro dia, agir como se fosse um colaborador fixo
Ver o trabalho temporário como apenas um bico para se fazer um dinheirinho extra é um erro que acaba com as chances de ser efetivado. Chegar no horário, cumprir as metas, atingir resultados favoráveis e demonstrar boa vontade demonstram seriedade e profissionalismo. “Esse emprego abre portas mesmo, e não só naquele lugar. Caso não haja condições de continuar depois do fim do contrato, o chefe certamente pode indicar o bom funcionário para outras vagas e dar recomendações”, frisa Renato Grinberg, diretor geral do portal de empregos Trabalhando.com no Brasil.

2 – Conhecer a fundo os produtos e serviços da companhia
Essa é a principal condição para se obter um bom desempenho em qualquer área, desde vendas até planejamento financeiro.

3 – Comprometer-se
É o popular “vestir a camisa”, que significa oferecer-se para ficar até mais tarde no escritório se necessário, buscar soluções para as dificuldades que surgirem e refazer o serviço que não ficou legal até atingir o nível requerido pelo supervisor. Importantíssimo, ainda, é sempre pedir feedback para mudar o que não está agradando.

4 – Integrar-se à equipe
Nem tímido nem excessivamente falante, o novato tem que observar como os demais se portam e seguir o padrão. É essencial ser respeitoso e educado e participar das atividades coletivas, como o almoço ou o happy hour. Forçar intimidade pega mal –nada de perguntar sobre intimidades e a vida pessoal dos outros e nem de falar dos seus problemas conjugais e familiares, portanto. Também se prejudica quem fica tentando cativar demais o chefe.

5 – Ser positivo
Sorriso no rosto, palavras otimistas e ânimo são armas eficientes para conquistar o cliente, os colegas e os gestores.

E existe um comportamento que deve ser evitado:

1 – Querer modificar tudo na empresa de cara
É tênue a linha que separa a proatividade da invasão e da arrogância. “Naturalmente, o funcionário chega empolgado e com ideias para aprimorar processos. Mas a ansiedade coloca tudo a perder”, diz Daniella Correa, consultora de RH da Catho Online, site de classificados de currículos e empregos. “Antes de dar sugestões, o novato precisa observar com atenção a cultura corporativa e perguntar por que as coisas são como são –devem existem bons motivos para que funcionem daquela maneira.”

SAIBA MAIS:
Os seguros que o profissional liberal e o autônomo precisam ter
Trabalho temporário nas eleições também deve ser formalizado

LEIA MAIS:
Apesar de crescimento econômico, brasileiro ainda poupa pouco
Os seguros que o profissional liberal e o autônomo precisam ter
Região Sudeste terá o primeiro cruzeiro rodoviário

Procon terá atendimento pela internet
Limpe o seu nome para as compras de final de ano
Cada brasileiro vai pagar R$ 1 mil a mais de impostos em 2010

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 19 de julho de 2010 Capacitação profissional, COMO FAZER, Educação | 12:36

PASSO-A-PASSO: Aproveitar bem um curso à distância

Compartilhe: Twitter

Sem a dedicação do aluno, a alternativa mais barata e prática que a educação à distância representa pode se transformar em perda de tempo e dinheiro.

Para aproveitar bem o curso, o estudante precisa:

1 – Escolher uma modalidade que esteja de acordo com os seus objetivos e disponibilidade

2 – Munir-se do material necessário e de todos os equipamentos adequados para acompanhar as aulas

3 – Organizar uma rotina de leituras, exercícios e atividades de acordo com o conteúdo do programa. Deixar acumular matéria pode levar ao descontrole

4 – Usar todas as chances e formas de contato com o professor ou supervisor para tirar dúvidas e se aprofundar

5 – Interagir ao máximo com os colegas, participando de bate-papos e de listas de discussão

LEIA MAIS:

COMO FAZER: Escolher um curso à distância
Cursos à distância são alternativa para estudar sem gastar muito
Tudo sobre Educação no iG

Autor: Tags: , , , , , ,

Capacitação profissional, COMO FAZER, Educação | 12:35

PASSO-A-PASSO: Escolher um curso à distância

Compartilhe: Twitter

O ensino à distância é uma alternativa mais barata para quem deseja aprimorar os seus conhecimentos. Funciona melhor para estudantes que possuam bastante automotivação, autonomia e iniciativa, e sejam organizados e disciplinados. Para encontrar um bom curso, o interessado deve:

1 – Verificar se a instituição de ensino é devidamente credenciada pelo MEC (Ministério da Educação), assim como o pólo onde acontecerão as atividades presenciais, no caso da graduação. O site do ministério tem uma lista

2 – Conferir se o curso em questão é autorizado pelo MEC

3 – Buscar referências com alunos e ex-alunos sobre a reputação da instituição e a qualidade do curso, seus objetivos e exigências, para ter certeza de que se encaixa no que se está procurando

4 – Informar-se sobre o material e os equipamentos necessários –por exemplo, computador, TV, aparelho de DVD– para acompanhar as aulas. Geralmente, a estrutura é bastante flexível, permitindo que o aluno estude até em uma lan house ou centro de informática público, se não tiver outra forma de acesso à internet

5 – Visitar o site da instituição de ensino e, se possível, também conhecê-la pessoalmente a fim de ver se os recursos correspondem ao que é prometido

6 – Solicitar uma demonstração do curso para ter certeza da escolha

LEIA MAIS:

COMO FAZER: Aproveitar bem um curso à distância
Cursos à distância são alternativa para estudar sem gastar muito
Tudo sobre Educação no iG

Autor: Tags: , , , , , ,

Capacitação profissional, Educação | 12:32

Cursos à distância são alternativa para estudar sem gastar muito

Compartilhe: Twitter

Se a meta de investir nos estudos para melhorar a capacitação sempre é deixada de lado porque não cabe no bolso, nos cursos à distância o profissional encontra uma boa opção para ganhar conhecimentos e habilidades sem gastar o que não pode.

Cada vez mais os interessados em se aprimorar estão descobrindo tal alternativa. Desde o começo da década, o número de alunos em cursos à distância tem dobrado a cada ano. Atualmente, somam cerca de 856 mil no país, segundo o MEC (Ministério da Educação).

De acordo com a Abed (Associação Brasileira de Educação a Distância), em 2008 –levantamento mais recente disponível— havia 1,752 mil cursos em todo o Brasil, considerando os diversos tipos: graduação (que tem algumas atividades presenciais), pós-graduação, especialização e idiomas. Os valores, geralmente, ficam entre um quarto e metade do preço de um curso tradicional.

Mas essa modalidade não é indicada para todos os perfis de estudantes. “Alunos que são muito dependentes do professor, que precisam de elogios para se motivar ou de cobranças para cumprir com as tarefas propostas não vão se dar bem”, diz Fredric Litto, presidente da Abed. “É essencial ter organização, disciplina e ser proativo.”  

E, além do preço, os cursos à distância oferecem outras vantagens. “Existe a flexibilidade de estudar em qualquer lugar e no horário da sua conveniência. Como há encontros virtuais para a prática do que foi aprendido, os alunos fazem até networking”, conta Nélio Georgini, diretor do Curso ER, de idiomas.

LEIA MAIS:

COMO FAZER: Escolher um curso à distância
COMO FAZER: Aproveitar bem um curso à distância
Tudo sobre Educação no iG

Autor: Tags: , , , , , , ,